Criação ou Evolução?

Sempre que pensamos sobre a origem do homem, deparamo-nos com este dilema, muito mais ideológico do que científico: o homem foi criado por Deus, como ensina a Bíblia, ou é resultado da evolução de formas inferiores de vida, que por sua vez surgiram por acaso? Se escolhermos a primeira hipótese, somos tachados de fundamentalistas ignorantes, pois preferimos ignorar as “evidências científicas”. Se escolhermos a teoria da evolução, admitimos que a Bíblia contém informações erradas, e por tanto, não é confiável. Admitimos também que a vida pode ser simplesmente resultado do acaso, e não obra do Deus eterno e criador. Entretanto, aceitar a teoria da evolução não implica somente em dificuldades religiosas, mas também em negar muitas evidências científicas contrárias a ela. Eis algumas:

1. Mutações não ocorrem para melhor.

Qualquer teoria evolutiva baseia-se no surgimento de mutações das espécies. Entretanto, está comprovado que mutações são extremamente raras, e sempre para pior. Também não passam para todos os descendentes, perpetuando-se como característica da espécie. Mutações não fazem evoluir.

2. Gens preservam as características essenciais de cada espécie.

À época de Darwin, a genética começava a dar os seus primeiros passos. Hoje sabemos do verdadeiro “arquivo genético” de cada espécie, que preserva suas características essenciais, permitindo somente pequenas variações (raças).

3. Os processos bioquímicos são extremamente complexos para surgirem como resultado de seleção natural.

Bioquímicos estudam os processos químicos no interior das células, que se revelam extremamente complexos. Tais processos não poderiam surgir senão como resultado de um planejamento extremamente inteligente.

Até hoje não foram encontradas provas conclusivas para a evolução, e ela permanece, há quase duzentos anos, como uma teoria baseada em inúmeras suposições. Portanto, crer na Palavra de Deus não implica em contrariar a ciência.

Precisamos ser humildes reconhecendo Deus como nosso criador, salvador e sustentador.

Pr. Dalton

admin