Porque não ir ao “Rock in Rio”

rockinrioConfesso que gosto muito de rock.

Mas não fui às primeiras edições do Rock In Rio, nem à última, e não irei à próxima edição do famoso festival de rock (também parei de ouvir cantores de rock).

Eis os motivos da minha escolha:

1. Como cristão sou responsável por escolher ambientes e influências que contribuam para a minha edificação espiritual. Salmo 1 é um dos textos bíblicos que nos ensinam a evitarmos ambientes onde há má influência. Devemos fazer uso de nosso livre arbítrio para escolher somente o que nos edifica (I Coríntios 10:23). Será que as letras de determinadas músicas e as atitudes e performances dos astros do pop e rock são edificantes para nós? E que dizer do ambiente? Apesar dos organizadores tentarem apresentar uma imagem “família” do evento, o lixo recolhido no dia seguinte diz tudo: restos do uso de drogas e de sexo promíscuo.

2. Sou responsável também em não escandalizar ninguém quanto ao evangelho de Cristo (I Coríntios 10:32-33). Outros irmãos poderão tropeçar no meu exemplo e tomarem atitudes totalmente nocivas à sua fé se souberem que fui a um evento desta natureza. Há o risco até mesmo de comprometer o meu testemunho de Cristo.

3. Sou responsável por administrar corretamente os bens e o dinheiro que Deus me proporciona (Isaias 55:2, Malaquias 3:10, Efésios 4:28). Não devemos gastar dinheiro com coisas desnecessárias, mas no que é realmente bom para nós, nosso próximo, e para a obra do reino de Deus. Com o dinheiro que usaria para adquirir o ingresso posso fazer outras coisas realmente boas e agradáveis a Deus.

4. Devo ser coerente com os valores da Bíblia (Romanos 12:1-2, João 17:16, 17, Efésios 5:11). Não devo tomar a forma do mundo corrompido pelo pecado, pois não pertenço mais a este mundo e devo separar-me do pecado. Preciso renovar o meu entendimento e resistir às ciladas do inimigo. Creio que se eu for ao Rock in Rio estarei justamente caindo na cilada e tornando-me mundano e incoerente com os valores de santidade da Bíblia.

5. Devo ser coerente com a nova vida em Cristo também no que diz respeito à música (Salmos 40:1-3). Quem já foi regenerado por Cristo tem em seus lábios “uma cântico novo, um hino ao nosso Deus”. Para o crente, seu maior prazer musical é cantar e ouvir músicas que se identifiquem com a sua nova natureza e glorifiquem a Deus. Certamente não encontraria este tipo de música no Rock in Rio.

Nosso compromisso não é com nossa própria satisfação nem com este mundo, mas com Jesus Cristo que nos comprou com seu precioso sangue (I Coríntios 6:19-20, I Pedro 1:18-19). Sejamos crentes responsáveis e coerentes.

Pr. Dalton

admin