Ativista Gay ataca a Bíblia e prega intolerância e violência

O vídeo do link a seguir foi gravado nas dependências do Congresso Nacional em Brasília, durante um seminário LGBT comandado pelo deputado Jean Wyllys. Nele, o “pastor” Marcio Retamero, da Comunidade Metropolitana Betel, chama de “desgraçados” e “fundamentalistas religiosos” os cristãos que, com base nos ensinos da Bíblia, defendem a família e a fé cristã. Chamou o casamento de “desgraça”, e afirmou que pegaria em armas para combater a teocracia se ela se instalar no Brasil (no contexto de sua fala, teocracia seria a supremacia da influência dos princípios bíblicos nas instituições governamentais). Também atacou a Bíblia e afirmou a necessidade de um “novo cristianismo”, com uma interpretação homossexual da Bíblia e sem tradição judaico-cristã. Insinuou, de maneira sutil, a necessidade de afastar da rede ensino todos os professores que professam o cristianismo.

Depois, nós é que somos taxados de intolerantes por expressarmos o que a Bíblia diz sobre a prática do homossexualismo. Na realidade, por seus objetivos e maneira de agir, intolerante é o ativismo gay. Os membros deste movimento se apresentam como educados, esclarecidos, e politicamente corretos levantando a bandeira da não discriminação. Entretanto, a fala deste falso pastor revela a verdadeira face trevosa deste movimento.

Pr Dalton S. Lima

https://www.youtube.com/watch?v=AI9tfleg2wM

admin