Saindo das Quatro Paredes e Cumprindo a Missão

É comum nos satisfazermos somente com nossos cultos e reuniões na sede da igreja (aos quais alguns membros comparecem somente quando julgam conveniente). Mas o cumprimento de nossa missão acontece principalmente fora de nossas quatro paredes, quando testemunhamos de Cristo aos perdidos. O pr. Onésimo Nunes de Lima afirmava sempre que “não se mede uma igreja somente pela quantidade de crentes que entram para adorar, mas principalmente pela quantidade de crentes que saem para evangelizar”. Algumas coisas necessárias para que isto aconteça com maior intensidade entre nós:

  1. Uma nítida consciência de nossa missão

       Jesus nos responsabilizou por pregarmos o Evangelho e fazermos discípulos por toda a terra (Marcos 16:15-16). Tudo o que a igreja faz deve contribuir para o cumprimento de nossa missão.

  1. Uma nítida consciência de nossa condição

      A Bíblia ensina que, em Cristo somos novas criaturas, filhos de Deus e servos de Jesus Cristo (II Coríntios 5:17, Romanos 8:14-16, Gálatas 4:5-7, Lucas 12:43, Romanos 6:16). Portanto, devemos reproduzir o seu caráter vivendo em santidade e amor, obedece-lo em tudo, e dar prioridade ao seu Reino e ao cumprimento de nossa missão.

  1. Vida de oração

      Dependemos de Cristo para a realização de sua obra, e devemos orar pela salvação dos perdidos (João 15:5, I Timóteo 2:1-4). Uma igreja que ora unida pelo cumprimento de sua missão, recebe despertamento, orientação e os recursos necessários.

  1. Ousadia

      Um dos grandes obstáculos à evangelização é o medo ou timidez. Precisamos orar e deixar que o Espírito Santo de Deus nos encha da coragem necessária (Atos 4:24-31).

  1. Substituir o imobilismo pela evangelização dinâmica

      Podemos correr o risco de acumularmos “gorduras espirituais”, ou seja, nos alimentarmos da Palavra de Deus, mas pouco agirmos para produzir frutos. Em Atos 1:8, a palavra traduzida como “poder” tem o exato significado de “aquilo que faz mover”. A melhor tradução do versículo seria: “Mas sereis movidos pelo Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas (…)”.

      A igreja de Jerusalém estava muito satisfeita com sua comunhão, mas Deus permitiu uma perseguição que impeliu os crentes a se colocarem em movimento, e por onde passaram, testemunharam, ganharam vidas para Jesus, e plantaram novas igrejas.

      Adotemos estas atitudes, e cumpramos nossa missão.

                                                                                                                                                                                                                                                                Pr. Dalton

admin